Escada marinheiro【2020】– O que é | Normas | Quanto custa?

Você sabe o que é uma escada marinheiro? Esse item muito comum em indústrias, edifícios e prédios comerciais não é uma escada comum, e reúne muitas normas e diretrizes para que o item traga segurança no uso.

E se você quer entender melhor sobre escada marinheiro, além de ver as diretrizes e normas que orientam sobre a construção desse tipo de escada, vamos ao post.

escada marinheiro

O que é escada marinheiro?

A escada marinheiro é um tipo de escada com um inclinação de 90°, e utilizada para acessar locais de acesso restrito com altura superior a 6 m; como reservatórios de prédios, topo do prédio, caixa d’água, estações de tratamento de água e esgoto, infraestruturas presentes na laje superior do prédio, entre outros.

A escada marinheiro é uma solução para acesso a locais com muita altura e tem como vantagem ocupar menos espaço que escadas tradicionais. Assim, esse tipo de escada conta com dispositivos de segurança para o uso e o acesso a alturas elevadas seja seguro.

Quais os materiais utilizados?

Para construção da escada marinheiro é preciso seguir as diretrizes que orientam em relação aos materiais e revestimentos utilizados nesse item. Assim, essa escada deve ser resistente a intempéries do tempo e corrosão.

Em geral, os materiais mais utilizados para a construção desse tipo de escada é alumínio e fibras de vidro.

A escolha do alumínio garante uma escada leve e resistente à corrosão e intempéries do tempo; já as versões construídas em fibra de vidro são as mais frequentes do mercado, e  também são leves e resistentes à corrosão, além do material apresentar isolamento elétrico.

escada marinheiro de alumínio
O modelo é uma versão em alumínio
escada marinheiro em fibra de vidro
O modelo é em fibra de vidro

Quanto custa em média? #preço

O preço da escada marinheiro pode variar conforme a escolha do material utilizado na fabricação e também do tamanho da escada. E em média, os modelos mais baratos custam por volta de R$ 1500,00.

Quais normas devem ser seguidas?

Para garantir a segurança no uso da escada marinheiro, o Ministério do Trabalho estabelece parâmetros e diretrizes que devem ser seguidas para a construção e instalação de uma escada desse tipo. As normas que regulamentam a escada marinheiro são NR-12, NR-18, NR-35 e ABNT.

Entre essas normas, uma das orientações é em relação aos degraus da escada, que podem ser independentes e fixados diretamente na parede por meio de um suporte chumbado; ou podem ser parte de uma estrutura longitudinal, que fica parafusada por meio de chumbadores. Em ambos os tipos de fixação dos degraus, a construção da escada deve passar segurança, resistência e estabilidade.

regras e normas para escada marinheiro
A imagem mostra dois tipos de degraus de acordo com a instalação
medidas para escada marinheiro
O esquema mostra as dimensões para os degraus

 

As diretrizes também definem que os degraus da escada marinheiro devem passar resistência e suportar a aplicação de uma força concentrada de 4 kN (quilonewtonm, sendo que cada kN corresponde a aproximadamente 102 kgf, kilograma-força). Assim, o degrau deve ser capaz de suportar 408 kgf na parte central por um período de 10 minutos. Com a retirada da carga, o degrau pode ter sofrido deformação de até 18 milímetros (mm).

A orientação para a escada marinheiro também diz sobre as gaiolas de proteção, que devem estar presentes em escadas com altura superior a 3,5 m. Assim, as gaiolas devem ser instaladas a partir de 2 m de distância do chão, e devem ultrapassar a plataforma de descanso ou último patamar em pelo menos 1,10 m ou 1,20 m de altura, garantindo segurança ao usuário da escada.

Para os lances acima de 2 m, é obrigatório que haja a  instalação de guarda-corpo junto a escada.

padrões e normas para escada marinheiro
O esquema mostra toda a estrutura desse tipo de escada
normas e diretrizes para escada marinheiro
O esquema mostra as dimensões estabelecidas para aro do guarda-corpo e aro da gaiola

 

Para as escadas com bastante altura, os lances não devem ser superiores a 9 m. sendo que em caso de queda acidental altura máxima da queda não seja maior que 9 m. Assim, os lances da escada devem ser dispostos de forma alternada e intercalados por patamares de descanso.

escada marinheiro com patamar

 

Você já conhecia esse tipo de escada e sabia sobre as diretrizes e normas para que o item seja seguro? Então, vamos colocar a segurança em primeiro lugar e garantir que a escada seja segura durante o uso.


você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.