Tudo sobre【EXTINTOR】– Principais Tipos | Preços | Instalação

Todo mundo já ouviu falar em extintor, mas poucos sabem como usá-lo. Você sabia que existem vários tipos diferentes?

Em situações com propagação de fogo é preciso agir rápido, por isso algumas medidas e ferramentas são essenciais para locais como empresas, veículos e até para residências. O extintor é o mais indicado, pois apresenta total eficiência para apagar qualquer foco de chama.

Segundo especialistas, trata-se de um equipamento manual utilizado para combater princípios de fogo. No interior do compartimento há substâncias (conhecidas como agentes) que são preparadas para determinado tipo de incêndio.

A escolha de um extintor depende de cada cenário, por isso existem planos de combate a incêndios dispostos por normas técnicas. Entre as variáveis, estão as características da área, agentes utilizados, distância do equipamento para os usuários, possíveis focos de chamas, entre outros.

extintor

Classificação dos incêndios

Mas, antes de conhecer os tipos de extintor, é primordial entender as classes de incêndios:

  1. Classe A – incêndios causados por materiais combustíveis sólidos: algodão, madeira, papel, borrachas, tecidos e fibras orgânicas. Geralmente deixam resíduos como cinzas;
  2. Classe B – acontece pela combustão de materiais líquidos, gases ou sólidos que são inflamáveis, como gasolina, graxas, parafina, tintas, querosene, etc. Não costuma deixar resíduos e queima apenas determinada superfície se não houver propagação;
  3. Classe C – o fogo se alastra junto a equipamentos elétricos energizados, como caixas de luz, geradores, eletrodomésticos, transformadores, fiação elétrica, entre outros;
  4. Classe D – a queima se dá por meio de metais combustíveis: lítio, urânio, zinco, titânio, magnésio, sódio, potássio, entre outros elementos;
  5. Classe K – são incêndios que causam com fontes de óleos vegetais e gorduras, em fontes como grelhas, fogões e assadeiras que atingem alta temperatura rapidamente.

extintores

 Tipos de extintor e suas características

Os tipos de extintor variam conforme a classe de incêndio. Conheça todos e suas principais características:

  • Extintor com carga de água (H2O)

A água pressurizada é o agente e conteúdo do compartimento. O modo de eliminação do fogo é por abafamento e resfriamento, por isso é eficiente em materiais de incêndios classe A. É a versão mais comum e obrigatória em locais públicos fechados. Não deve ser usado em incêndios de outros níveis.

  • Extintor com dióxido de carbono (CO2)

O dióxido de carbono abafa e resfria as chamas. É indicado para os incêndios de classe B, C e K, sobretudo em locais em que há vários equipamentos elétricos, pois não conduz corrente elétrica. Entretanto, pode ser asfixiante, por isso não é recomendado para espaços pequenos.

  • Extintor com espuma mecânica

O conteúdo é formado por uma espécie de produto detergente, conhecido como LGE. Em contato com o ar, forma uma espuma que combate o fogo por meio do abafamento e resfriamento. Além disso, é capaz de formar uma manta, evitando a propagação.

Por isso, é a melhor opção para incêndios de classe B, causados por fontes combustíveis. Do mesmo modo, é efetivo contra os materiais da classe A, mas proibido para incêndios classe C.

o que é extintor

  • Extintor com pó químico B/C

A base é formada por bicarbonato de sódio e outras substâncias. O controle do fogo é realizado por meio de reações químicas que resfriam o calor e interrompem a combustão. Como o nome revela, é indicado para classes B e C.

  • Extintor com pó químico A/B/C

O modelo mais versátil do mercado, ideal para contenção de fogo de qualquer fonte, seja de nível A, B ou C. Também funciona por meio de reações químicas, sendo o monofosfato de amônia seu agente principal. Não conduz eletricidade e combate a propagação das chamas.

  • Extintor de classe D

A base principal de seu agente é o cloreto de sódio, que isola os metais combustíveis para evitar o alastramento do fogo. Possui aplicador longo e deve ser utilizado apenas em incêndios classe D.

  • Extintor de classe K

Possui base alcalina que, em contato com gordura, forma uma espuma que combate o fogo, além de minimizar o calor. Foi desenvolvido recentemente para uso em cozinhas, principais fontes de incêndios classe K.

modelos de extintor

Quanto custa em média? #preço

Qual é o preço médio de um extintor?

Segundo especialistas, o preço depende do tamanho e peso do compartimento, assim como o agente extintor, que deve ser recarregado após a validade.

Em todo caso, é essencial seguir as especificações de segurança conforme cada local, indicados pelas normas de cada região.

Um dos modelos mais comuns é o extintor A/B/C de 12 quilos que tem validade de 1 ano. O preço varia entre 150 e 200 reais.

Você deve pesquisar em lojas confiáveis e ficar sempre atento às recargas dos agentes. Assim como há extintores pequenos a partir de 80 reais, também é possível encontrar versões de pó químico de até 3 mil reais.

Como deve ser feita a instalação?

O extintor é um equipamento obrigatório em empresas e indicado para residências para garantir a segurança das pessoas. Por isso, deve ser instalado corretamente, em local seco e livre do sol, sempre à vista de todos – não é à toa que possui cor vermelha, justamente para melhor visualização.

Para instalar, basta fixá-lo em um pequeno suporte na parede:

  1. Escolha um local de fácil acesso, livre de qualquer empecilho, preferencialmente uma parede lateral;
  2. Fixe um suporte simples e nivelado de acordo com o peso e o tamanho do extintor;
  3. Use parafusos para deixar o suporte bem preso e seguro;
  4. Insira o extintor no suporte.

Do mesmo modo, o aparato pode ficar em um suporte de ferro no chão, de modo que não atrapalhe a circulação de pessoas. Além disso, é essencial usar sinalização apropriada para identificação do extintor.

tipo de extintor

Vale destacar que qualquer tipo de extintor precisa de manutenção pelo menos uma vez por ano. Para usar, basta seguir as instruções dispostas no próprio equipamento. De qualquer forma, a utilização é bem simples:

  1. Visualize o foco das chamas;
  2. Pegue o extintor e segure na posição vertical;
  3. Gire e rompa o lacre de segurança;
  4. Segure a mangueira e aponte para o local do fogo;
  5. Aperte o gatilho até o final.

Se o fogo se alastrar rapidamente, ligue para os bombeiros. Os extintores são indicados apenas para chamas que podem ser controladas rapidamente.

tipos de extintor


Enfim, esperamos que este conteúdo tenha esclarecido todas as suas dúvidas sobre a função do extintor. Deixe um comentário e compartilhe em suas redes sociais. Até a próxima!


você pode gostar também

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.